sábado, 25 de abril de 2009

Que livro você é?

Que minha vida daria um bom livro, eu não tenho dúvida.
Mas já que eu não tenho intenção nenhuma de escrevê-lo, achei um teste bem legal para saber qual livro eu seria.
Fiz o teste e descobri que se eu fosse um livro eu seria Antologia Poética, de Carlos Drummond de Andrade. Que lindo!!!
Quer fazer o teste para saber o seu? Clique aqui.
"O primeiro amor passou / O segundo amor passou / O terceiro amor passou / Mas o coração continua". Estes versos tocam você, pois você também observa a vida poeticamente. E não são só os sentimentos que te inspiram. Pequenas experiências do cotidiano – aquela moça que passa correndo com o buquê de flores, o vizinho que cantarola ao buscar o jornal na porta – emocionam você. Seu olhar é doce, mas também perspicaz.

"Antologia poética" (1962), de Drummond, um dos nossos grandes poetas, também reúne essas qualidades. Seus poemas são singelos e sagazes ao mesmo tempo, provando que não é preciso ser duro para entender as sutilezas do cotidiano.

2 comentários:

Ju (Dubai Verde e Amarelo) disse...

Eu fiz o teste!!! Eu seria o mesmo livro que vc! "Antologia poética", de Carlos Drummond de Andrade!

Muito legal!
Bjs, Ju

Raphaela disse...

Eu fiz. Lá vai:

Doidas e santas", de Martha Medeiros

Moderninha e solteira, ou radiante de véu e grinalda? Eis a questão da jovem (ou nem tão jovem) mulher profissional, cosmopolita e, apesar de tudo, muito romântica. Eis a sua questão! Confesse: quantas horas semanais você gasta conversando sobre encontros e desencontros sentimentais com as suas amigas? Aliás, conversando não. Analisando, destrinchando... Mas isso não quer dizer que você só questione a existência de príncipe encantado, não. A vida adulta hoje não está fácil para ninguém, como bem mostram as 100 crônicas de "Doidas e Santas" (2008), que retratam os sabores e dissabores da vida sentimental e prática nas grandes cidades.